• Ir para Facebook da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Instagram da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para YouTube da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
20 Mai 2024
10h às 11h

Faixa etária - Juvenil (14 a 17 anos)

Público alvo - Estudantes da EMEF

CEU Jaguaré – Professor Henrique Gamba
Avenida Kenkiti Simomoto, 80 - Jaguaré - CEP: 05347010
Teatro
Alunos da EMEF.

Descritivo do evento:

Viver a natureza – texto de Sérgio Buck e Régio
Moreno

Viver a natureza trata-se de um espetáculo que nos leva à discussão
sobre a importância de preservar a natureza em todos os sentidos,
não somente nos cuidados com o lixo caseiro, mas também no
âmbito geral. O encontro da personagem Garibaldo, um gari, e de
um estudante, Carlinhos, promove esse debate de uma forma
divertida e envolvente. Num primeiro momento, o espetáculo
apresenta e valoriza o trabalho do varredor de rua, que muitas vezes,
por preconceito, as pessoas transformam esse profissional, tão
relevante na vida da sociedade, em um ser “invisível” para muitos. O
espetáculo ensina que todas as profissões são importantes e por isso
temos que respeitar e valorizar todos os profissionais. Depois os
amigos conversam sobre a importância da reciclagem do lixo e o
quanto a comunidade ganha ao reaproveitar materiais que levariam
anos para desaparecerem na natureza.
Brincando, eles conversam sobre a imprudência das pessoas, muitas
vezes adultos, ao descartarem garrafas, bitucas de cigarros e outros
muitos materiais, que acabam por provocar alagamentos e poluição
dos rios, ensinamento básico e necessário às crianças que são, com
certeza, agentes de transformação social. As personagens também
comentam sobre o comportamento inadequado das pessoas nas
praias, parques e florestas. Ao falar das floresta, o espetáculo resgata

um pouco do nosso folclore, fala-se da fantasia do boto cor de rosa,
dos encantamentos da floresta. Então o Curupira, o protetor das
floresta, resolve se apresentar para falar o quanto a fauna e a flora
são importantes e o que devemos fazer para preservá-las (o
personagem
Curupira é feito pelo mesmo ator que faz o menino). A Mãe Natureza
é valorizada como ponto de equilíbrio necessário para as nossas
vidas e para a vida do planeta. Uma sociedade equilibrada com o seu
ecossistema será uma sociedade mais desenvolvida. Viver a natureza
teve mais de 80 apresentações, em 2019, com ótima aceitação das
crianças e professores. O espetáculo de 50 a 60 minutos, conta com
2 atores, o cenário é uma praça com as lixeiras para coleta seletiva.
Viver a natureza tem o intuito de sensibilizar as pessoas no sentido
do respeito mútuo e, a partir daí, entender a necessidade do respeito
ao meio ambiente.

20 Mai 2024
10h às 11h

Faixa etária - Juvenil (14 a 17 anos)

Público alvo - Estudantes da EMEF

CEU Jaguaré – Professor Henrique Gamba
Avenida Kenkiti Simomoto, 80 - Jaguaré - CEP: 05347010
Teatro
Alunos da EMEF.